Como funciona o pixel espião de dados?

Você sabe o que é ou como funciona o pixel espião de dados? É uma tecnologia invisível de rastreamento muito utilizada em e-mails.

A abordagem foi identificada por conta de uma solicitação da BBC contatou uma agência que analisa o tráfego de mensagens, o Hey.

A conclusão foi de que, pelo menos, dois terços dos e-mails recebidos por contas pessoais estavam ‘infectados’ pelo espião. Além disso, o pixel permanecia mesmo depois do e-mail ser excluído.

Como funciona o pixel espião de dados

Saiba como funciona o pixel espião de dados: quando é conduzido por meio de uma mensagem, ele chega ao destinatário com a missão de captar alguns dados. Sendo assim, os e-mails que vêm com esse rastreador podem informar para as marcas:

  • Se o e-mail foi aberto;

  • Quando o e-mail foi aberto;

  • Quais dispositivos utilizados para visualizar a mensagem;

  • Qual o endereço IP do dispositivo usado – por meio desse artifício, às vezes é possível saber, por exemplo, a localização da rua em que o indivíduo está no momento da informação.

Assim, o espião funciona como uma forma de obter informações sobre o perfil do cliente de uma marca. Além disso, no caso de lançamentos de produtos e campanhas, o espião pode proporcionar um feedback sobre o impacto gerado.

Como identificar

Agora que você já sabe como funciona o pixel espião de dados, saiba como identificá-los. Normalmente, são arquivos de formato .GIF ou .PNG, bem sutis e pequenos. Geralmente estão no cabeçalho, rodapé ou até mesmo no corpo do e-mail.

Por sem tão pequenos como uma imagem de pixel 1×1 e exibirem a cor da marca remetente, por exemplo, são muito difíceis de saber que estão ali.

Como podem estar na cor do conteúdo do e-mail, pode ser bem difícil detectar o pixel a olho nu. Dessa forma, não é necessário autorizar o seu uso e nem tomar qualquer ação. Basta que o usuário abra o e-mail está ativado.

Certo ou errado?

As opiniões se dividem um pouco quando se trata do uso do pixel espião de dados. Seus defensores acreditam que a ferramenta é uma estratégia de mercado bastante utilizada e legítima para obter informações necessárias para um negócio.

Além disso, algumas empresas que fazem o uso do espião expõem o uso da tecnologia nos termos de privacidade. Assim, cabe o usuário autorizar o uso ou não.

Porém, há pessoas que acreditam que a ferramenta é um grande atentado a invasão de privacidade do usuário. Além disso, questionam também a transparência das marcas sobre essa tecnologia em relação aos clientes, principalmente ao considerar que poucas pessoas realmente leem as políticas públicas.

Agora que você já sabe como funciona o pixel espião de dados, fique atento aos cuidados necessários para proteger suas informações pessoais.

Agência Kalima

Agência de Produção de Conteúdo Web

Voltar ao topo